segunda-feira, 14 de Abril de 2008

SIDA


A SIDA é a Sindrome da ImunoDeficiência Adquirida e é causada pelo vírus da imunodeficiência adquirida (VIH)

Seropositivo / Doente
Um seropositivo é uma pessoa que está infectada com o VIH, mas não apresenta sintomas. Quando o vírus se torna activo vai provocar o enfraquecimento do sistema imunitário e aparecem os primeiros sintomas, estando o individuo doente de SIDA.

Transmissão

Transmite-se por:

- Relações sexuais desprotegidas;
- Contacto com sangue infectado;
- Durante a gravidez ou pelo leite materno;
- Inseminação artificial;
- Partilha de material para injecção de droga, instrumentos cortantes e de perfuração de pele.

Não se transmite:

- Por partilhar pratos, talheres, copos ou roupa;
- Por abraçar, beijar ou acariciar;
- Por partilhar casas de banho;
- Tosse ou espirro;
- Através da picada de insectos;
- Na relação dia-a-dia com pessoas infectadas.

Evolução
A evolução da SIDA pode ser dividida em três fases:

- Infecção aguda - surge algumas semanas após a contaminação, com febre, calafrios, dor de cabeça, dor de garganta, dores musculares pelo corpo, gânglios linfáticos aumentados e manchas na pele que desaparecem após alguns dias;
- Infecção assintomática - tem duração variável, de meses a anos;

- Doença sintomática - manifestação mais grave da doença, a pessoa vai perdendo a sua imunidade e vão surgindo doenças oportunistas, tumores raros e formas graves de outras doenças.

Diagnóstico
São realizados exames de sangue específicos para a detecção do VIH ou dos seus anticorpos. O aparecimento de anticorpos detectáveis por exames ocorre 6 a 12 semanas após a infecção inicial.
O diagnóstico pode ser feito gratuitamente e de modo confidencial em qualquer Centro de Aconselhamento e Detecção precoce do VIH (CAD).

Tratamento
Não existe tratamento para a SIDA. Os vários fármacos desenvolvidos apenas permitem controlar a doença.
O abandono do tratamento e o uso incorrecto dos medicamentos são as maiores causas do elevado número de óbitos.

Prevenção

- Usar correctamente o preservativo durante as relações sexuais;
- Não partilhar o material usado na injecção de drogas;
- Não partilhar instrumentos cortantes como lâminas de barbear.

Sem comentários: